voar...viajar sempre

14 de jan de 2009

Plantão 24hs

Passei muitos anos da vida trabalhando com plantões de vinte e quatro horas por vinte e quatro de "repouso"para cumprir atividades de vida normal e novamente "in". Meu sonho era, quando acabou a paixão pelo trabalho, parar com aquilo, ou seja aposentadoria. Estou adorando. Agora, apos vinte e quatro horas naqueles jardins, passo outras vinte e quatro assim:

Chego, a noite,

e esta é a paisagem vista do meu quarto. Deito-me ouvindo as ondas do mar.( E um "funkinho" ao longe,ja que nada é perfeito).

Acordo, e é isso que encontro:
faço uma caminhada à beira do mar, entro, nado um pouco, brinco um pouco, e inicio a volta para casa por outro caminho que não o usual.

Chego em casa em menos de vinte e quatro horas e ainda fiz uma visita e fui com meus netos ao parque, antes de recolher-me.
É bom demais e faz querer mais.

.

6 comentários:

tossan disse...

Somos dois, acordo com o barulho gostoso do mar, vou caminhar...fotografar...e ser feliz como você. Bela foto! Abraço

Dona Sra. Urtigão disse...

Olá, Tossan
pena que para mim o mar e seus sons e luzes seja apenas eventual, já que moro nas montanhas.
Abraço.

Dalva M. Ferreira disse...

Muito bonito!!! Eu posso te dizer uma coisa? Considero que só comecei a viver, "viver" mesmo, depois da aposentadoria. Até então era correr atrás do tempo, do relógio de ponto... não sobrava tempo para olhar o mundo, que sempre esteve aí, à minha espera. Não tenho praia, nem tenho montanha pertinho, que moro em São Paulo, Brasil. Mas a cidade tem os seus encantos...

Dona Sra. Urtigão disse...

Olá, Dalva,
para nos encantarmos, bastam nossos olhos, mentes e demais sentidos. É a forma como vemos.
Abraço.

Gaspar de Jesus disse...

Cara amiga DONA
Vejo que está feliz, e que a aposentadoria terá contribuído para isso.
Faço votos de que assim continue por longos anos, e agradeço as sua gentis visitas e comentários.
Excelentes fotografias!
Parabéns
Bjs
G.J.

Susan disse...

Oh, this is bonita!

A VIDA É CONSTRUIDA NOS SONHOS E CONCRETIZADA NO AMOR
(Francisco Candido Xavier )

Boa noite, todas as noites